Como se comportar em uma entrevista de trabalho

Como se comportar em uma entrevista de trabalho

O desemprego é uma realidade triste de atualidade em nosso país. Em pesquisas feitas no primeiro semestre do ano de 2018, o IBGE contabilizou que mais de 13 milhões de brasileiros em idade ativa estavam desempregos no território nacional. Dessa forma, aumenta-se, ainda mais, a importância de ir bem em uma entrevista de trabalho.

A entrevista de trabalho é aquele momento que a pessoa responsável pelas contratações da empresa em questão faz perguntas e testes com os candidatos à vaga ofertada. Há vários tipos e métodos diferentes de entrevistas, que podem ser feitas de maneira individual ou em grupos. Na maioria das vezes, a pessoa encarregada de conduzir esse processo é da área dos Recursos Humanos.

Sabemos que nem sempre é fácil ir bem na entrevista. Seja por motivos de nervosismo ou mesmo por não saber como se portar frente àquela situação, o mau desempenho nesses momentos pode custar aquela vaga. Por isso, nesse artigo iremos dar dicas para o leitor de como se comportar e ir bem em uma entrevista de emprego.

Como se comportar em uma entrevista de trabalho

  1. Lembrando e fixando momentos importantes:

Provavelmente, em sua entrevista de emprego, aquela pessoa que conduzirá o processo, em algum momento, irá te perguntar algumas de suas qualidades, pedindo para você justificar cada um deles. Desse modo, é importante aliar essas características a momentos e desafios profissionais que você já passou, com o objetivo de justificar aquela característica.

Por exemplo, se você disser que é uma pessoa com resiliência, lembre-se de algum momento em experiências passadas que você não desistiu de um projeto e, no final, ele deu certo. Para pessoas, principalmente jovens, que ainda não tiveram nenhuma experiência no mercado de trabalho, tente contar de momentos que você já passou em sua vida pessoa, como na família e no ambiente acadêmico (escola, faculdade).

  1. Saiba explicar e falar sobre cada item do seu currículo:

Se você já está em uma entrevista de emprego, provavelmente a empresa contratante se interessou pelo seu currículo e vai querer que você fale de algumas daquelas experiências e características descritas naquele documento.

Desse modo, é de suma importância que, antes de uma entrevista de emprego, o indivíduo estude a fundo o seu currículo e saiba detalhar e falar sobre todos os aspectos que podem interessar àquele que está entrevistando.

  1. Treine sua fala:

É muito comum vermos pessoas que não são escolhidas em entrevistas de emprego por não conseguirem se expressar da melhor maneira, o que pode ser um problema para a grande maioria dos cargos oferecidos. Desse modo, é importante treinar a sua fala antes mesmo de ir à entrevista de emprego.

Para fazer isso, uma dica que pode ser dada é falar em voz alta, consigo mesmo, características e experiências profissionais passadas, de forma que estas frases poderão ser usadas na entrevista de emprego.

  1. Pesquisa roteiros de entrevistas:

Hoje em dia, a informação está apenas a um clique de distância das nossas cabeças. Com apenas uma pesquisa podemos aprender mais sobre quase todos os assuntos existentes no mundo. E com as entrevistas de emprego não são diferentes.

Apesar de existirem vários modelos de entrevistas, com vários tipos de testes, dinâmicas e perguntas, todas as entrevistas de emprego seguem um roteiro, onde visam descobrir qual é a personalidade, os defeitos e as qualidades do candidato em questão. Diante disso, de uma forma ou de outra, todos esses processos seletivos acabarão por ter perguntas semelhantes, que você pode encontrar em roteiros já escritos na Internet.

A partir desses roteiros, estude as perguntas mais frequentes e prepare a melhor resposta para elas.

  1. Seja você mesmo:

É normal que, ao queremos muito uma vaga de emprego, tentamos parecer perfeitos para aquela pessoa que está nos entrevistando, mostrando características que não são nossas. Por exemplo, é comum que candidatos falem que são perfeccionistas e gostam muito de observar os detalhes do que está acontecendo. No entanto, nessa mesma entrevista, em algum teste dado pela entrevistadora, a pessoa, se não for de fato perfeccionista, fará de maneira rápida, desmentindo o que disse.

Esse foi só um exemplo, mas pode acontecer em vários outros aspectos. Desse modo, é importante que você mostre as suas verdadeiras características pessoas, pois se o entrevistador perceber que você não consegue se definir, isso poderá ser um grande fator para a sua eliminação.

  1. Fale apenas o que deve:

Com o objetivo de causar uma boa impressão e falar todas as coisas boas que já fez na vida, muitos candidatos tendem a falar mais do que o necessário, e isso pode causar uma má impressão no entrevistador. Diante disso, é proveitoso se policiar e falar somente sobre o que foi perguntado, evitando ao máximo interromper a outra pessoa.

  1. Se atente à comunicação do seu corpo:

Todos nós sabemos que, além de nos comunicarmos com a nossa fala, também fazemos isso com o nossos gestos e olhares, o que é chamado de linguagem corporal. É importante se atentar a estes aspectos: olhe sempre nos olhos, mas nunca o bastante para parecer que está forçando uma sinceridade. Mantenha os ombros eretos e não fique desviando o olhar a todo momento, pois isso pode gerar desconfiança quanto à veracidade do que se está dizendo e a sua autoconfiança.

É importante não tentar forçar nada que não seja natural a você, pois poderá causar uma sensação de artificialidade, o que não é bom para a sua imagem.

  1. Se mostre interessado para aquela vaga:

É claro que devemos dar prioridade para a fala do entrevistador, pois é ele quem deve conduzir todo aquele processo. No entanto, não podemos ficar concentrados apenas naquele roteiro quadrado preparado pelo profissional. Pelo contrário, devemos nos mostrar interessadas pela empresa e pela vaga que ela está oferecendo.

Isso pode ser feito a partir de perguntas, mostrando o seu interesse. Mas, tome cuidado! Não faça perguntas bobas que poderiam ser respondidas apenas com uma pesquisa simples, mas sim questões elaboradas que demonstrarão a sua proatividade.

  1. Situações embaraçosas:

Muitas vezes, o entrevistador fala coisas ou faz algumas perguntas que podem proporcionar uma situação embaraçosa. No entanto, em grande maioria das vezes, isso são técnicas usadas pelo setor de Recursos Humanos para analisar como nos portaremos nesses momentos. No caso de perguntas sem sentido (que, acredite, são muito utilizadas), você não precisará dar a resposta correta, pois nem sempre existe uma. Por outro lado, o que você deverá fazer é estabelecer uma linha de raciocínio possível, mostrando para a pessoa porque você chegou àquela conclusão.

Já em outros casos que não sejam de perguntas, demonstre sempre um bom humor e um interesse pelo que a outra pessoa está querendo dizer, mas sem fazer perguntas óbvias.

  1. Use a tática STAR:

O método STAR é técnica desenvolvida por especialistas que disseram que isso pode impressionar e passar uma boa imagem do candidato para o entrevistador. Você pode ler e pesquisar mais sobre esse método, mas ele basicamente consiste em quatro fases (os quais compõe a sigla): Situação, Tarefa, Ação e Resultado.

Essas quatro fases são para demonstrar como você deve se portar ao responder uma pergunta feita pelo entrevistador. Desse modo, para uma pergunta do tipo “Você se considera proativo? Exemplifique”. Nesse caso, se a resposta for sim, você deve apresentar os 4 fatores. Primeiro, fale de uma situação que você viveu que demandaria a proatividade. Depois, fale o que você devia fazer e logo após diga o que você fez. No fim, fale para o entrevistador quais foram os resultados daquilo que foi feito por você.

Conclusão

Não há uma fórmula mágica para ir bem nas entrevistas de emprego. Os entrevistadores são diferentes e possuem visões distintas sobre o mundo, além do fato de que cada área em específico está buscando um perfil de pessoa. Contudo, caso você siga todas as dicas dadas acima, é uma certeza que irá pelo menos ser considerado no momento de escolher o candidato perfeito!