Concurso Guarda Municipal

Concurso Guarda Municipal

Os concursos públicos são um dos principais meios de se conseguir a estabilidade profissional e a estabilidade financeiras nos dias de hoje. Por esse motivo, esses processos seletivos são, atualmente, a maneira preferida de grande parte das pessoas para um futuro melhor. Para isso, é comum encontrarmos indivíduos que dedicam grande parte das suas vidas a passar em somente um concurso e atingir o sucesso financeiro.

Há concursos de todos os tipos, para as mais diferentes áreas e com os mais diferentes requisitos. Nesse artigo, iremos falar mais sobre o concurso de Guarda Municipal, um dos mais disputados em todas as cidades do Brasil. Falaremos do último concurso, das previsões para os próximos, das especificidades da prova, dentre várias outras coisas que te ajudarão na escolha do melhor processo seletivo para você.

O que é o concurso público?

Antes de falarmos sobre o concurso de Guarda Municipal em si, é proveitoso para o leitor que saiba o que é e como funciona, de fato, um concurso público. É provável que muitos já saibam grande parte dos detalhes sobre esse tipo de processo, mas sempre há algo mais a se aprender que pode lhe ajudar muito no futuro.

– História do concurso público:

Os concursos públicos não são ideias da modernidade e pós-modernidade, uma vez que já eram notados procedimentos parecidos há milhares de anos. O primeiro registro que se tem de algum processo que se assemelha ao concurso público ocorreu na China Antiga, mais precisamente 2.300 anos antes de Cristo. Nessa época, os oficiais militares que já possuíam três anos de serviço passavam por novos testes físicos, onde alguns eram dispensados e outros eram promovidos.

A primeira vez que se observaram provas escritas a fim de preencher cargos no Estado foi também na China, mais precisamente na Dinastia Han, em meados do ano 165 antes de Cristo. O concurso público parecido como é hoje existiu pela primeira vez na Dinastia Ming, onde os processos seletivos, que visavam selecionar os melhores candidatos para os cargos públicos, começaram a possuir várias fases e diferentes níveis.

– Objetivos dos concursos públicos:

Como já falado anteriormente, o concurso público é um processo seletivo feito com o objetivo de que os melhores candidatos sejam selecionados para ingressar em carreiras dentro de órgãos ligados ao Estado. A primeira grande premissa desse tipo de processo seletivo é de que todos os cidadãos tenham a igual oportunidade de ingressar em trabalhos desse tipo. Isso, com os bons salários e com a estabilidade que esses órgãos oferecem, faz com que esses exames sejam amplamente concorridos.

A segunda grande premissa dos concursos públicos é evitar o princípio da impessoalidade de políticos e representantes. Isso se dá pelo fato de que, como esses cargos possuem bastantes benefícios para os funcionários, seria comum que, se não houvesse os concursos públicos, políticos indicassem parentes, amigos e conhecidos para preenche-los, sem a comprovação de que estes possuam as habilidades necessárias.

– Os concursos públicos no Brasil:

O concurso público é um método usado em todo o Brasil para o preenchimento da grande maioria de cargos públicos – salvo em casos de representantes políticos, que são escolhidos a partir de eleições diretas e indiretas, pela população. Por aqui, os concursos podem ser de provas – onde o indivíduo passa por avaliações físicas e escritas – ou de provas e títulos – onde, além de passarem pelas provas, os candidatos que tiverem um histórico melhor, seja de natureza acadêmica ou profissional, terão leve prioridade sobre os outros.

Quem organiza e formula esses concursos são empresas privadas, as quais, por lei, devem ser escolhidas pelo órgão requerente por meio de licitação. No entanto, na grande maioria das vezes, com a justificativa de acelerar os processos e a constante urgência para contratar novas pessoas, esses órgãos escolhem a empresa por dispensa de licitação, onde é escolhida aquela que melhor representa os desejos do Estado.

Essas empresas, chamadas de bancas organizadoras, são responsáveis por todos os processos referentes às fases iniciais dos concursos públicos, desde a formulação das provas até as inscrições, os locais de execução, entre outros.

– O Edital:

Todo mundo que já fez um concurso público ou mesmo pensou em fazer um já ouviu falar sobre o Edital. O Edital é um documento, geralmente bastante extenso – com média de 70 a 80 páginas – que contém todas as especificações do concurso público em questão.

Todo e qualquer concurso possui um Edital próprio. Nele, constará tudo sobre aquele processo, desde as inscrições, os requisitos, o nível, os locais de prova, o horário, a divisão da prova escrita, a metodologia de pontuação, o número de vagas ofertadas, entre várias outras coisas.

Para toda e qualquer pessoa que vá fazer um concurso público, é altamente recomendável que este gaste um pouco de seu tempo e leia todo o Edital, ou pelo menos aqueles itens que julgar importante. Saber de tudo sobre aquele exame poderá te ajudar nos momentos de estudo e garantir a sua vaga no cargo desejado.

– A popularidade dos concursos públicos:

Atualmente, vivemos em uma crise econômica e política que se desenha como uma das piores de toda a história do nosso país. Isso faz com que tudo fique mais difícil, e todas as coisas tenham que ser mais batalhadas. Por exemplo, o índice de desemprego cresce bastante, e isso se dá pelo fato de que as empresas privadas não querem perder dinheiro e, assim, demitem uma boa parte dos seus funcionários.

Diante disso, as vagas de emprego ficam escassas e as que sobraram não possuem boas condições, além do que não garantem uma estabilidade profissional para o indivíduo. Além disso, a crescente e inegável popularidade da internet facilitou bastante para que as pessoas obtivessem informações de maneira bem mais fácil.

Todos esses motivos influenciaram para que os concursos públicos, atualmente, já que possui boas remunerações e estabilidade profissional, se tornassem de grande popularidade e, consequentemente bastante concorridos. Por esse motivo, algumas pessoas estudam e treinam por anos apenas para um exame, que é o que deve ser feito para passar nesses processos.

Além disso, essa crescente popularidade fez com que surgisse um novo mercado na sociedade: cursinhos preparatórios para concursos, os quais tem o objetivo de ensinar para o candidato tudo que será cobrado naquele processo em específico.

Concurso Guarda Municipal

O concurso público de Guarda Municipal é um processo seletivo que ocorre constantemente nas principais cidades de todo o Brasil. Não são todas as cidades nacionais que possuem esse tipo de órgão, uma vez que eles são independentes do Estado federativo, e sim tem uma ligação com os municípios.

Por esse motivo, cada cidade possui um concurso público diferente para preencher os cargos disponíveis de Guarda Municipal. Nesse artigo, nosso foco será nos concursos e na profissão de guarda municipal de Belo Horizonte.

– A profissão de Guarda Municipal em BH:

A divisão dos Guardas Municipais foi criada na cidade de Belo Horizonte no ano de 2003, por meio da lei de número 8.486. O maior objetivo dessa divisão era resolver o problema da segurança pública na capital de Minas Gerais, uma vez que apenas a Polícia Militar estava ficando sobrecarregada com os serviços.

Ao longo de todos os seus 14 anos de atuação – os guardas começaram a atuar apenas 1 ano depois de sua homologação – a GMBH se consolidou como uma divisão que se aproxima do cidadão, com atuação em várias áreas da cidade. É possível encontrar guardas da GMBH em quase todos os locais de Belo Horizonte, incluindo pontos turísticos, praças, parques municipais, ruas centrais, dentre vários outros.

Atualmente, são notados 2.117 agentes que compõe a Guarda Municipal de Belo Horizonte, os quais trabalham em conjunto com a BH Trans e com a Polícia Militar com o objetivo de construir uma cidade mais segura.

Entre os variados deveres de um guarda municipal estão manter a ordem na cidade, proteger o cidadão, organizar e fiscalizar o trânsito – feito juntamente com a BH Trans. A fim de aproximar a GMBH do cidadão são feitos, ano após ano, vários eventos que possuem essa finalidade.

Podemos citar exemplos desses tipos de eventos, como as apresentações da Banda de Música da Guarda Municipal de Belo Horizonte, composta por 36 músicos que percorrem por todos os espaços culturais da cidade e visam levar mais cultura para todos os tipos de pessoas. Além disso, existe o projeto do Escotismo na Guarda Municipal, onde grupos de 65 adolescentes e crianças para cada região de Belo Horizonte passam por várias atividades de escoteiro por toda a cidade, os quais são instruídos, de maneira voluntária, por uma guarda municipal capacitado.

Todos esses processos possuem cunho social e procuram melhorar o ambiente de uma das capitais mais importantes de todo o Brasil. Os projetos desenvolvidos ao longo de todos esses anos demonstram que ser uma guarda municipal vai além de apenas promover a segurança, mas sim de proporcionar uma melhor cidade para todos os cidadãos.

– O Último Concurso de Guarda Municipal em Belo Horizonte:

Como já é de conhecimento da grande maioria dos leitores, os concursos para ocupar cargos em órgãos públicos acontecem de maneira periódica, de modo que sempre há uma renovação de funcionários e um aumento no corpo da divisão, o que aumenta bastante a sua eficiência.

O último concurso público para Guardas Municipais da cidade de Belo Horizonte, porém, aconteceu há um bom tempo, mais precisamente no ano de 2009. Este ofereceu 600 vagas, das quais a grande maioria – 570 – foram preenchidas por pessoas do sexo masculino, e apenas 30 foram destinadas para pessoas do sexo feminino.

A banca organizadora – empresa responsável por formular e organizar os concursos públicos – foi a Fundação Guimarães Rosa (FGR). A prova inicial foi de múltipla escolha, onde os candidatos poderiam escolher uma dentre quatro opções possíveis de resposta. Foi dividida em quatro partes, as quais:

  • Primeira parte: Quinze questões referentes à Língua Portuguesa, com o valor total de 30 pontos;
  • Segunda parte: Quinze questões referentes à Legislação brasileira, com o valor total de 30 de pontos;
  • Terceira parte: Dez questões referentes à Geografia, com o valor total de 20 pontos;
  • Quarta parte: Dez questões referentes à História da cidade de Belo Horizonte, com o valor total de 20 pontos;

Dessa forma, o valor máximo que o candidato poderia obter no teste era de 100 pontos. Seria considerado apto o candidato que acertasse, no mínimo, 50% das questões da prova e, pelo menos, 20% das questões de cada área do conhecimento. Esse concurso público possuía caráter classificatório, ou seja, seriam aprovados aqueles candidatos que obtivessem a melhor nota, até que preenchessem todas as vagas disponíveis.

Concurso Guarda Municipal Belo Horizonte 2019

Desde o início desse ano de 2018, a Prefeitura de Belo Horizonte anunciou que será feito um novo concurso público para preencher as vagas disponíveis para guarda municipal da cidade.

No entanto, até o momento a Banca Organizadora não foi anunciada, o que impede o lançamento do Edital e nos deixa com poucas informações acerca do processo em si. Desde o mês de Fevereiro foi anunciada uma comissão na Prefeitura que trataria de todos os assuntos referentes a esse concurso.

No entanto, como 2018 foi um ano de eleição, as expectativas foram atrasadas e se espera que o Edital saia até o mês de Dezembro, mas até esse momento nem mesmo a banca foi anunciada. A assessoria de imprensa da prefeitura declarou que a escolha da banca será feita por meio de licitação, isto é, onde todas as empresas interessadas mandam os seus orçamentos e as suas propostas para o concurso de forma secreta, e é escolhida aquela com os melhores preços e condições.

Contudo, algumas informações podem ser repassadas de antemão para o possível candidato, retirado de algumas declarações da assessoria.

– Número de vagas ofertadas:

De acordo com a assessoria de comunicação da Secretaria de Segurança e Prevenção de Belo Horizonte (SMSPBH), serão ofertadas, inicialmente, 500 vagas a serem preenchidas pelos candidatos mais bem colocados nos testes. No entanto, como o objetivo central é de dobrar toda a equipe, muitos candidatos serão colocados na reserva e poderão ser chamados em um período de até 4 anos, fazendo com que o número de vagas disponíveis possa chegar até 2 mil aprovados.

Todas as vagas ofertadas serão destinadas para o cargo de guarda municipal de 2ª classe, o que é considerado o trabalho de início da hierarquia dessa instituição.

– Salários e benefícios de um Guarda Municipal de Belo Horizonte:

Nesse momento, os vencimentos mensais de uma guarda municipal na capital de Minas Gerais possui um valor líquido de R$ 1.720,72. No entanto, ainda existem benefícios, tais como a Gratificação por Disponibilidade Integral (GDI), com um valor de R$ 294,00, mais um adicional devido ao exercício de atividade de risco, com um valor de R$ 578,00 e o benefício de vale refeição, com um valor de R$ 350,00. Todos esses adicionais fazem com que o valor recebido por mês chegue até R$ 2942,72.

Além disso, há uma grande possibilidade de crescimento dentro da divisão, onde, caso esteja em um cargo de topo de hierarquia, o funcionário da Guarda Municipal de Belo Horizonte poderá receber até R$ 8.000,00.

– Requisitos para ser Guarda Municipal de Belo Horizonte:

Ainda não é possível estabelecer quais serão os requisitos para participar do concurso público para Guarda Municipal de Belo Horizonte, uma vez que o Edital ainda não foi publicado pela assessoria da Prefeitura da cidade. No entanto, alguns requisitos podem ser adiantados, pois com certeza estarão no edital, dentre eles:

  • Possui mais de 18 anos ao final de todo o processo;
  • Possuir certificado de conclusão do Ensino Médio em alguma instituição de ensino reconhecida pelo Ministério da Educação (MEC);
  • Possuir aptidão, física e mental, para desempenhar as atividades que serão exercidas no cargo;

Há outros requisitos que muito provavelmente estarão no Edital, como ser brasileiro ou naturalizado, mas como ainda não é certo, preferimos deixar para quando o documento for publicado.

– Prova para o Concurso Guarda Municipal 2019:

Ainda não sabemos ao certo como será a prova para o concurso de Guarda Municipal de Belo Horizonte, uma vez que o Edital ainda não foi publicado. O que sabemos é que esta irá acontecer no começo do ano de 2019, e provavelmente manterá uma linha de cobrança bem parecida com a da prova anterior, mesmo que a banca organizadora não seja a mesma.

Questões sobre geografia urbana e sobre a história de Belo Horizonte, além de outras sobre a Língua Portuguesa e a Legislação Brasileira continuarão a aparecer no exame. Fique atento a todas as próximas notícias sobre esse concurso público, que poderá ser uma grande oportunidade para o público em geral, tendo em vista que não exige nenhuma experiência prévia ou algum curso técnico ou superior.

– Cursos para o concurso Guarda Municipal 2019:

Para garantir boas notas nesse tipo de processo seletivo, o mais indicado é que o candidato faça algum curso, onde os professores são capacitados e conseguem ensinar exatamente o que irá cair nas questões da prova. Como o Edital está perto de ser lançado, já é possível encontrar alguns cursinhos disponíveis, sejam eles presenciais ou online.