Concurso Petrobras

Os concursos públicos aparecem como uma grande oportunidade para muitas pessoas, por todas as vantagens que estão envolvidas. É algo muito atrativo para jovens, principalmente entre 18 e 24 anos. No caso do Concurso da Petrobras, como você lerá mais adiante, essa segmentação por idade pode aumentar um pouco na medida em que também existem cargos para quem tem nível superior completo.

A possibilidade de ter um emprego totalmente estável é vista com bons olhos por grande parcela da população, o que faz com o os concursos públicos sejam uma oportunidade e tanto. Mas para obter o sucesso, é necessário um esforço grande para se dar bem no processo seletivo. A seguir, conheça um pouco mais sobre a Petrobras como empresa e, depois, tudo sobre o processo seletivo do Concurso Petrobras e algumas informações adicionais.

Conheça a Petrobras

Petrobras, abreviação de Petróleo Brasileiro S.A., empresa brasileira de petróleo e gás que foi fundada em 1953 para participar da exploração, produção, refino e transporte de petróleo e derivados nacionais. Originalmente um monopólio estatal, a Petrobras tornou-se propriedade majoritária do estado, mas concorre contra outras empresas brasileiras, bem como contra empresas estrangeiras. A Petrobras também forma parcerias com empresas nacionais e estrangeiras e opera em mais de 25 países ao redor do mundo. É a maior corporação do Brasil e da América do Sul. Sua sede fica no Rio de Janeiro.

O destaque da Petrobras foi baseado no notável crescimento da produção de petróleo bruto do Brasil, que subiu de 2.700 barris por dia em 1953 para mais de 2.000.000 barris por dia em 2010. A chave para esse crescimento foi a descoberta da Petrobras e exploração subsequente de grandes campos petrolíferos em águas profundas na Bacia de Campos, na costa do estado do Rio de Janeiro, nas décadas de 1970 e 80.

Esses campos marítimos, agora complementados por campos de petróleo e gás em outras bacias, como Santos e Espírito Santo, representam a maior parte da produção de petróleo da Petrobras e a maior parte de suas reservas comprovadas. A empresa opera inúmeras refinarias no Brasil e em outros países, e suas estações de serviço estão presentes em toda a América do Sul. Através de sua divisão de petroquímicos, produz produtos químicos básicos, como etano, propileno e benzeno. Também produz biodiesel a partir de plantas oleaginosas e é uma importante distribuidora de etanol para uso no ambicioso programa de gasool do Brasil.

A Petrobras recebeu o monopólio sobre as importações brasileiras de petróleo bruto em 1963 e assumiu as refinarias privadas brasileiras depois que elas foram nacionalizadas em 1964. Em 1995, como parte de uma campanha para privatizar as indústrias estatais, o governo brasileiro propôs uma emenda constitucional que acabou com o monopólio da Petrobras sobre a exploração do petróleo e gás natural do país. Com a aprovação da emenda em 1997, essas indústrias foram abertas à concorrência estrangeira pela primeira vez, obrigando a Petrobras a apresentar propostas competitivas à Agência Nacional do Petróleo (ANP), o órgão estadual responsável por conceder concessões para produzir petróleo e gás em território brasileiro. Ao mesmo tempo, a emenda liberou a Petrobras de sua antiga exigência de atender às cotas de produção, permitindo que a empresa ingressasse em joint ventures com empresas estrangeiras para produzir, refinar e distribuir produtos de petróleo e gás natural no Brasil.

Em 2006, um consórcio entre a Petrobras e empresas britânicas e portuguesas fez a primeira de várias descobertas importantes de petróleo e gás a cerca de 250 km da costa de Santos. Localizados a menos de 2.000 metros de profundidade e 5.000 metros de crosta oceânica, esses chamados achados do pré-sal (localizados abaixo de espessas formações salgadas) eram tão grandes que lhes permitiam restabelecer O Brasil como produtor de petróleo de classe mundial. O estado brasileiro respondeu criando uma nova agência, a Petrosal, para regulamentar a produção das reservas, e determinou que a Petrobras participasse de todos os projetos na zona do pré-sal.

A partir do final de 2014, a Petrobras – já sofrendo com a queda dos preços internacionais do petróleo – se viu no centro de um enorme escândalo político. Uma investigação abrangente alegou que funcionários da Petrobras, o Partido dos Trabalhadores e alguns de seus membros e membros de seu parceiro de coalizão, o Partido do Movimento Democrático Brasileiro, receberam milhões de dólares em propinas para contratos com a Petrobras, principalmente de construtoras.

Concurso Petrobras

A edição de 2018 do Concurso Público da Petrobras já aconteceu, mas vale já fazer uma prévia para as próximas edições explicando como que se dão as etapas do processo seletivo. Para começar, é preciso entender e apurar a distinção para algumas vagas, em que há a diferenciação entre nível médio e nível superior. Isso já irá influenciar na taxa de inscrição que deve ser paga, em que os cargos para nível médio têm taxa de 47 reais e os cargos de nível superior de 67 reais.

O processo seletivo conta com prova objetiva, avaliação psicológica e exame médico.

As cidades que geralmente aplicam as provas para o Concurso Petrobras são: Aracaju/SE, Belém/PA, Belo Horizonte/MG, Brasília/DF, Campinas/SP, Campo Grande/MS, Curitiba/PR, Florianópolis/SC, Fortaleza/CE, Goiânia/GO, João Pessoa/PB, Macaé/RJ, Maceió/AL, Manaus/AM, Mauá/SP, Natal/RN, Porto Alegre/RS, Recife/PE, Rio de Janeiro/RJ, Salvador/BA, Santos/SP, São José dos Campos/SP, São Luís/MA, São Mateus/ES, São Mateus do Sul/PR, São Paulo/SP e Vitória/ES.

Para os aprovados, a grande notícia: uma remuneração garantida que varia entre R$ 4.513,13. a R$ 10.726,45, dependendo do cargo a ser exercido.

Conheça os cargos

Enfermeiro(a) do Trabalho Júnior, Engenheiro(a) de Equipamentos Júnior – Elétrica/Eletrônica/Inspeção/Mecânica, Engenheiro(a) de Meio Ambiente Júnior, Engenheiro(a) de Petróleo Júnior, Engenheiro(a) de Processamento Júnior, Engenheiro(a) de Segurança Júnior, Engenheiro(a) Naval Júnior, Geofísico(a) Júnior – Física, Geofísico(a) Júnior – Geologia, Geólogo(a) Júnior, Médico(a) do Trabalho Júnior, Químico(a) de Petróleo Júnior, Técnico(a) de Administração/Controle Júnior, Técnico(a) de Comercialização/Logística Júnior, Técnico(a) de Exploração de Petróleo Júnior – Geologia, Técnico(a) de Inspeção de Equipamentos/Instalações Júnior, Técnico(a) de Logística de Transporte Júnior – Controle/Operação, Técnico(a) de Manutenção Júnior – Instrumentação, Técnico(a) de Segurança Júnior, Técnico(a) de Suprimento de Bens e Serviços Júnior – Administração/Mecânica e Técnico(a) Químico de Petróleo Júnior.