Doenças virais – quais são

Doenças virais – quais são – Doença viral, doença causada por vírus. A imunidade a longo prazo geralmente segue doenças virais da infância (ver catapora). O resfriado comum retorna à idade adulta porque muitos vírus diferentes causam seus sintomas, e a imunidade contra um não protege contra os outros. Alguns vírus sofrem mutações rápidas o suficiente para reinfectar pessoas após a recuperação (ver influenza) ou para impedir que o sistema imunológico as combata (ver AIDS). Certos tipos de câncer são causados por vírus. As vacinas podem prevenir algumas doenças virais. Drogas antivirais funcionam apenas contra vírus específicos; antibióticos são ineficazes contra doenças virais.

Características gerais dos vírus

Estrutura

Como a maioria dos vírus é extremamente bem adaptada ao organismo hospedeiro, a estrutura do vírus varia muito. No entanto, existem algumas características estruturais gerais que todos os vírus compartilham.

Todos os vírus possuem um capsídeo ou região da cabeça que contém seu material genético. O capsídeo é feito de proteínas e glicoproteínas. A contração do capsídio varia muito entre os vírus, com a maioria sendo especializada para o organismo hospedeiro de um determinado vírus. Alguns vírus, em sua maioria do tipo que infectam animais, possuem um envelope membranoso ao redor de seu capsídeo. Isso permite que os vírus penetrem nas células do hospedeiro por meio da fusão de membranas. O material genético do vírus repousa dentro do capsídeo; esse material pode ser DNA, RNA ou mesmo, em alguns casos, um número limitado de enzimas. O tipo de material genético que um vírus contém é usado na classificação e é discutido na Classificação de vírus.

Além da região da cabeça, alguns vírus, principalmente aqueles que infectam bactérias, têm uma região de cauda. A cauda é uma estrutura de proteínas muitas vezes elaborada. Auxilia na ligação à superfície da célula hospedeira e na introdução do material genético do vírus na célula hospedeira.

Ciclos virais

Embora os detalhes da infecção e replicação de vírus variem muito com o tipo de host, todos os vírus compartilham 6 etapas básicas em seus ciclos de replicação. São eles: 1) apego; 2) penetração; 3) não revestido; 4) replicação; 5) montagem; 6) lançamento. Como mostrado, o vírus deve primeiro se anexar à célula hospedeira. Isso geralmente é realizado através de glicoproteínas especiais no exterior do capsídeo, envelope ou cauda. Em seguida, ocorre a penetração, seja do vírus inteiro ou apenas do conteúdo do capsídeo. Se todo o capsídeo entrar, o material genético deve ser não revestido para torná-lo disponível para o mecanismo de replicação da célula. A replicação de material genético ocorre, assim como a produção de proteínas da cápside e da cauda. Uma vez que todas as partes necessárias tenham sido replicadas, partículas de vírus individuais são montadas e liberadas. A liberação geralmente ocorre de maneira destrutiva, estourando e matando a célula hospedeira.

Alguns vírus têm um ciclo de replicação um pouco mais complicado, envolvendo fases líticas e lisogênicas. A fase lítica é semelhante à descrita acima, com partículas virais infectando e sendo replicadas. Na fase lisogênica, no entanto, o material genético viral que entrou na célula hospedeira torna-se incorpora- do na célula e fica dormente. Ele é transmitido para a progênie das células infectadas. Eventualmente, a fase lítica começará novamente, e as células que nunca foram infectadas, mas carregam o material genético viral, começarão a produzir novas partículas virais.

Doenças virais – quais são :

– Catapora

-Herpes

– Rubéola

– Sarampo

– Varíola

– Poliomelite

– Raiva

– Dengue

– Febre Amarela

– Mononucleose

– Gripes

– Caxumba

– Hepatites

– Aids (Síndrome da imunodeficiência auto adquirida)