Morfossintaxe

Para aprender sobre qualquer assunto com profundidade e dominar um tema é preciso sempre começar de algum ponto. As matérias escolares são ensinadas de um ponto de vista didático que realiza uma esquematização para permitir que os primeiros contatos com um tema compreenda um esforço de organização do assunto para que os próximos passos possam ser dados com uma orientação bem definida.

No caso da língua portuguesa, um dos primeiros passos para aprender sobre gramática é compreendido pela morfossintaxe.

A palavra morfossintaxe é formada pelos termos “morfo”, que diz respeito à forma e “sintaxe”, que diz respeito à função exercida por uma palavra dentro de uma frase.

Portanto, a morfossintaxe trata de analisar a forma e a aplicação das palavras dentro do idioma e, para sua melhor compreensão é interessante dividir as funções morfológica e sintática.

  • Morfologia

    morfossintaxe funcionamento
    morfossintaxe funcionamento

A análise morfológica das palavras compreende basicamente em sua classificação em diferentes classes. As classes morfológicas de palavras e suas definições são:

Substantivo: palavras utilizadas para denominar objetos, pessoas, lugares, etc. É variável em gênero, número e grau .

Artigo: o termo que antecede o substantivo a fim de determinar ou não suas variações. Ex.: o, a, os, as, um, uns, etc.

Adjetivo: são as palavras utilizadas para adicionar uma característica ao substantivo.

Numeral: acrescenta características quantitativas, ou seja, numéricas.

Pronome: palavra que acompanha o substitui um nome, o substantivo.

Verbo: classe de palavras que se flexiona em pessoa, número, tempo, modo e voz, designa ações.

Advérbio: palavra invariável que modifica o sentido do verbo, do adjetivo e do próprio advérbio.

Preposição: palavra que estabelece uma relação entre dois ou mais termos da oração.

Conjunção: elemento de união entre duas frases.

Interjeição: palavra invariável que designa a expressão de emoções imediatas.

 

  • Sintaxe

    morfossintaxe - estudar
    morfossintaxe – estudar

A análise sintática se dedica a estabelecer a função das palavras em uma frase. São classificações sintáticas possíveis:

Sujeito: elemento da frase sobre o qual é dada a informação.

Predicado: a informação dada sobre o sujeito.

Complemento verbal: utilizado para complementar o sentido dos verbos transitivos.

Complemento nominal: utilizado para completar o sentido de um substantivo, advérbio ou adjetivo.

Agente da passiva: indica quem executa a ação na voz passiva.

Adjunto adnominal: caracteriza o substantivo da ação.

Adjunto adverbial: indica uma circunstância referida a um verbo ou advérbio.

Aposto: atua na explicação de um substantivo.