Produtividade

A produtividade é um termo que envolve muito sistema econômico vigente na nossa sociedade em dias atuais. O capitalismo – nome do sistema – visa sempre um maior índice de produtividade, pois isso levaria a maiores lucro por parte das empresas. Além disso, o termo passou a ser um aspecto definidor de bons funcionários no mercado de trabalho: aqueles que produzem mais, são bons colaboradores nas empresas.

Por isso, nesse artigo iremos falar desse conceito e, logo após, daremos dicas de como aumentar a produtividade, principalmente no ambiente do trabalho.

O que é produtividade?

A produtividade, em termos econômicos e empresariais, pode ser definida como a relação existente entre produção e os fatores produtivos desse mesmo elemento. Neste caso, consideramos uma produção quantitativa, onde leva-se em conta quantas unidades – ou grupo de unidades – foram fabricadas / produzidas / oferecidas em um período de tempo e em específicas condições.

Para o melhor entendimento, podem ser dados exemplos de produtividade, tais como:

  • A produtividade da empresa X é de 250 sapatos fabricados por dia;
  • Essa prestadora de serviços necessita de 5 homens para terminar esse projeto;
  • Para entregar toda a carga pedida, que é de 500 tocas, precisaremos de gastar 1000 reais em matéria prima;

O grande desafio das grandes indústrias inseridas no capitalismo é de entregar e produzir a maior quantidade de algum produto ou serviço no menor espaço de tempo possível, e utilizando a menor quantidade de recursos. Ao conseguir isso, a empresa aumenta a sua taxa de produtividade. Contudo, é necessário ficar atento ao nível de qualidade dos produtos ou serviços oferecidos.

Apesar disso, tudo depende de um objetivo da empresa. Podemos dar alguns exemplos, como: Empresas de fast food, como o McDonalds e o Bob’s, produzem uma quantidade absurdamente grande de hambúrgueres a cada hora. Sua produtividade é muito alta, mas, por isso, a sua qualidade não é do alto escalão (como qualidade, estamos levando em conta dois fatores: o sabor e o ambiente). Em contrapartida, as hamburguerias artesanais produzem uma quantidade muito menor, mas privilegiam o sabor e, na maioria das vezes, proporcionam um ambiente mais confortável e luxuoso.

A produtividade não se resume apenas a essa relação que foi descrita acima. Além disso, o termo pode também se designar a uma pessoa – ou a um grupo delas. No entanto, o seu significado permanece similar, levando em conta quanto aquele indivíduo em questão produz em um espaço de tempo ou com uma disponibilização delimitada de recursos.

Dicas de como aumentar a sua produtividade no trabalho

A taxa de produtividade pode ser um dos fatores mais importantes para uma empresa. Muitas das vezes, colaboradores que possuem taxas altas nesse quesito são agraciados com promoções e cargos mais altos, além de terem mais chances de ganharem benefícios da gerência.

Dessa forma, para pessoas que almejam crescer no mercado de trabalho e serem reconhecidos em sua área, o aumento da produtividade pode ser um fator importante. Por isso, agora iremos dar algumas dicas de como aumentar a produtividade no ambiente profissional.

  1. Reduza a sua lista de coisas para fazer:

É comum vermos pessoas que, por ansiarem melhores posições na empresa que trabalha, querem mostrar serviço para o chefe e, por isso, acabam colocando dezenas de coisas para fazer em sua lista. Pois saiba que isso é uma prática que não é benéfica e pode, na verdade, diminuir a sua produtividade.

Isso ocorre pelo fato de que ter várias coisas para fazer pode nos deixar confusos, e nosso cérebro não terá tempo suficiente para concentrar nas nossas tarefas. Quem coloca tudo para fazer de uma vez só termina em duas situações: Ou deixa de fazer algumas e perde credibilidade, ou faz todas sem a concentração necessária e fica tachado como ineficiente.

Desse modo, ao invés de colocar mais de 10 coisas para realizar em um curto espaço de tempo, escolha 3 ou 4 e faça de maneira bem feita.

  1. Organize o seu local de trabalho e o seu tempo:

Nosso cérebro funciona de maneira consideravelmente mais eficiente quando estamos em um ambiente organizado. Isso ocorre pelo fato de que já sabemos onde estarão as coisas, sejam no ambiente físico ou mesmo no computador, e não teremos de ficar procurando e perdendo o foco a todo momento.

Além disso, também é proveitoso organizar o nosso tempo e, principalmente, estimular prazos para terminar os serviços, pois geralmente somos mais produtivos quando fazemos isso. Por exemplo, se precisamos escrever um texto sobre algo ou terminar um relatório, estipule um tempo de 40 minutos para acabar. Não tem problema se você não conseguir cumprir, mas devemos nos esforçar ao máximo.

  1. Não tenha vergonha de pedir ajuda:

Muitas vezes não sabemos como realizar as tarefas que nos foi delegada e, por isso, perdemos tempo e recursos. Nesses casos, não tenha vergonha de pedir ajuda para outras pessoas, principalmente para os seus superiores. Você não é obrigado a saber todas as coisas do mundo e dúvidas são totalmente comuns. O que não pode, em hipótese alguma, acontecer, é não entregar aquilo que prometeu.

  1. Use a regra dos cinco minutos:

É comum, ao estarmos fazendo alguma tarefa, ter problemas em se manter focado. Isso pode ocorrer por vários motivos, desde o cansaço mental até a cabeça cheia com outros problemas, sejam eles de qualquer cunho. Desse modo, especialistas desenvolveram uma “regra” para ajudar: 5 minutos não parece muito, não é? Então, nesses casos, tente focar, apenas por esses 300 segundos, totalmente naquela tarefa, e verá o tanto que terá produzido apenas nesse curto espaço de tempo.

  1. Intervalos:

Muitas pessoas pensam que, por trabalharem mais e por mais tempo sem interrupções, irão aumentar a sua produtividade. Contudo, isso é exatamente o contrário do que acontece. Nosso cérebro não é preparado para desempenhar uma mesma função por horas e, quando tentamos fazer isso, a produção vai diminuindo ao longo do tempo e acabamos por atingir menores índices de produtividade.

Dessa forma, é importante fazer intervalos pontuais no trabalho, seja para comer, beber uma água, ou até mesmo dar uma respirada.